sábado, 26 de janeiro de 2013

Aparência das ninfas

      Não há nada de extraordinário na aparência de uma ninfa. Na verdade, elas são tão parecidas às humanas, que à primeira vista seria impossível de não acreditar estar diante de uma simples mortal. As pessoas fantasiam muito a respeito da verdadeira forma dos elementais por causa de seres animalescos como sereias, faunos e etc.
 As ninfas são iguaizinhas às mulheres humanas, podendo ser baixas ou altas (isso depende do tipo de ninfa. Por exemplo, as ninfas da água são muito atraentes, mas são baixas, da altura de uma criança de dez a doze anos. Já as Hamadríades podem ser altas quanto suas árvores.) e sua beleza é comum, não se assemelhando em nada com as sereias. Mas não se engane com sua aparência, pois elas podem não ser como as sereias, mas são tão irresistíveis quanto uma. Sua voz é macia e sedutora. Enquanto uma sereia, em muitos casos, precisa cantar para atrair sua vítima, a ninfa, simplesmente, dispensa o canto e atrai a pessoa a chamando pelo seu nome várias vezes. Se a pessoa ignora, seus gritos transmitem desespero e a pessoa, enfeitiçada, fica aflita e não consegue encontrar a paz enquanto não atender ao chamado da ninfa. Se já é difícil resistir a voz de uma ninfa, imagine então tentar resistir ao canto de uma sereia? Vale lembrar (só pra apagar o risinho das caras das meninas) que as ninfas e sereias são livres de preconceito e podem sim, se apaixonar por uma garota ao invés de se apaixonar por um garoto. Não estou dizendo que isso acontece sempre, mas é bom você saber. Mas, relaxe porque na magia existe uma lei que diz que semelhante atrai semelhante. Você não vai atrair um elemental gay se for hetero. Pode parecer estranho eu estar falando sobre sexualidade agora, mas os elementais tem uma vida sexual assim como todo mundo e alguns deles ainda valorizam o amor livre e sem preconceito que existiu na Grécia há muito tempo atrás. Naquela época, a sociedade não via o homossexualismo como hoje e até mesmo as prostitutas eram tidas como sagradas. Era comum as mulheres casadas terem escravas sexuais. E familias entregarem seus filhos meninos a senhores ricos que ... (como dizer isso sem causar polêmica?) os iniciavam nas artes sexuais e por aí vai. Alguns elementais, especialmente os da água, que outrora foram muito adorados na Antiga Grécia ainda amam como antigamente.  Elementais podem se apaixonar por humanos e até mesmo levá-los para seus reinos. Mas esse tipo de amor, por mais maravilhoso que pareça tem seus prós e contras que falaremos uma outra hora.

   Como os elementais se mostram a nós?

    Um elemental sempre depende de nossa boa vontade para se mostrar a nós.
De nada adianta realizarmos um belo ritual para avistá-los se não fazemos ideia de como eles são.
Todos os elementais, sem excessão, podem mudar sua forma fisica. Pensem neles como metamorfos e tudo vai ficar mais fácil. 
Os metamorfomos podem virar qualquer coisa, certo? Até mesmo a Britney Spears se quiserem. Os elementais também. Há vários relatos de gente que já os viu na forma de suas celebridades preferidas ou mesmo na forma de entes queridos já falecidos ou ainda vivos. Se você já viu o vulto da sua mãe no corredor quando ela estava no banheiro, por exemplo. Você, na verdade, viu um elemental. 
 Talvez essa seja a parte mais legal de se contatar um elemental. Ele pode ser o que você precisa ou deseja que ele seja. Como um amigo imaginário. Aliás, muitos desses casos de amigos imaginários, na verdade, podem se tratar de elementais. Mas não deixe a fantasia te confundir. Quando você realmente consegue atrair um elemental, você sabe porque um elemental é bem mais que uma imagem projetada em sua mente. Ele tem vida própria. Personalidade própria e Voz. Se não puder ouvi-lo, ela vai falar na sua mente, através de pensamentos que você terá certeza absoluta que não são seus. Cada elemental vai se manifestar de uma forma. Depende da pessoa, do seu grau mediunidade. Por exemplo, algumas pessoas não podem ver elementais, mas podem senti-los ou ouvi-los. Se você quiser ver, sentir e ouvir, tudo ao mesmo tempo, precisará realizar rituais para despertar sua vidência. Há também a hipnose, mas deve se tomar cuidado com ela.

Os riscos que a hipnose pode trazer

      A hipnose, na magia, nada mais é que uma viagem astral que o mago ou xamã realiza para encontrar seres ou mesmo pessoas em outro plano. Dessa forma é possível conhecer a morada dos elementais. Quando fazemos uma hipnose devemos estar plenamente conscientes (acordados) para retornarmos pelo mesmo caminho o qual tomamos para chegarmos até onde chegamos. Caso contrário, corremos o sério risco de nos perdermos. Quando nos perdemos, podemos ficar preso do outro lado de duas maneiras; a primeira, nunca mais a pessoa teria sonhos comuns e sempre que dormisse iria, mesmo, contra a vontade, para a dimensão a qual ficou presa. Nesse caso, tudo que acontece por lá seria real. E a pessoa teria de aprender a adquirir consciência enquanto estivesse dormindo para saber que está sonhando e, assim poder controlar os seus atos. O problema é que nem sempre descansamos bem quando estamos em sonho consciente. A segunda, a pessoa seria obrigada a permanecer no mundo espiritual e entraria em coma. Isso geralmente acontece com pessoas desavisadas ou descuidadas que vão para o mundo das fadas ou dos mortos, onde a principal regra diz que aquele que comer de sua comida ou beber de sua bebida será obrigado a permanecer por lá por tempo indeterminado. E se a pessoa ainda tiver a má sorte de encontrar uma fada da corte maldita pode acabar sendo escravizado. Em ambos o caso, a provável solução seria realizar uma hipnose que resgatasse a pessoa de sua prisão espiritual. Encontrei um site que relata diversos casos de prisões espirituais. Ele é um tanto quanto fantasioso, mas vale a pena conferir para você ter uma noção básica de como seria estar preso em outra dimensão. Segue o link a seguir: Prisão espiritual


5 comentários:

Nanda Marques disse...

oi, eu amo os seus blogs, eles são esclarecedores e você é uma fofa. Pena que não estão mais ativos. MAS tenho umas duvidas, como : " o que acontece se um elemental se apaixonar por um humano e leva-lo para seus reinos o que acontece?" voce diz que tem os prós e contras, gostaria muito de saber. beijão gata.

Daniele Araujo disse...

Oi Nanda!
Estão ativos sim, é que... Não tenho tido muito tempo para atualizar os blogs porque tenho me dedicado as minhas fanfics e também a um projeto pessoal, mas eu agradeço pelo seu carinho e assim que eu tiver um tempinho, juro que faço um post dando mais detalhes sobre as relações amorosas entre elementais e humanos. Por hora, posso te adiantar que para ir para o reino feérico, geralmente, é através da morte e quando você chega lá, você deve se adaptar como se adaptaria a qualquer nova morada, mas eu explico melhor no post. ;)
Valeu e um abraço.

Sendo Quem Sou disse...

Valeu gatah. :)



Luara Pereira #ContenteTV disse...

Senhorita Daniele, eu gostaria de te fazer umas perguntas... Já fiz mal a uma árvore, tipo, arranhei, já fui o tipo de pessoa que considerava "Mato em casa" inútil... Saber que as plantas tem uma alma, uma ninfa... Faz com que eu me sinta... Ah, tipo, um ser humano horrível! Existe uma maneira de ter o perdão delas? De fazer as pazes com esses espíritos da natureza? De ser, de certa forma, útil a elas?
E existe uma maneira de falar contigo fora do blog disponível para mim?

Daniele Claudino disse...

eu também já fiz mal a muitas ninfas quando era mais jovem, mas uma vez que você tenha consciência que isso é errado, é só mudar de atitude. O que pode fazer pelas ninfas, é dar um pouco mais de atenção a elas, cuidar de uma planta, não jogar lixo perto delas como muitas pessoas fazem quando estão na rua, e se puder, apoie de alguma forma essas causas que protegem o meio ambiente.
Bem, você pode me procurar no facebook, mas eu não sou muito de redes sociais.

https://web.facebook.com/acharlieceleste

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Template by:

Free Blog Templates